Festival de Cannes: confira 5 filmes para matar a saudade do festival

festival de Cannes

O Festival de Cannes foi oficialmente cancelado esse ano, por causa da pandemia de coronavírus. Mesmo que os números de infectados e de mortes estejam diminuindo na Europa, ficou determinado que a edição de 2020 não acontecerá. A premiação acontece na cidade de Cannes, na França, e estava marcado para os dias 12 e 13 de maio.

Os filmes que compõe a lista do festival são considerados, posteriormente, concorrentes ao Oscar. O fato é que, ao longo dos anos, o festival de Cannes se tornou um dos mais importantes para o cinema mundial.

No tapete vermelho da cerimônia, além de modelos e atrizes em vestidos deslumbrantes, a passarela de Cannes tem recebido protestos por parte da classe artística. Especialmente sobre assuntos como igualdade de gênero, questões políticas e ambientais, temas que são recorrentes nas telonas.

Confira abaixo a lista de 5 filmes para matar a saudade do festival:

Amor (2012)

Drama de origem austríaca, o filme conta a história de amor do casal de idosos, George e Anne. Também aborda os dilemas da terceira idade com um tom muito poético. Ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro em 2013.

O pianista (2002)

Dirigido por Roman Polanski, O pianista dominou as premiações de 2002 e 2003. O longa retrata a trajetória de um pianista judeu, que busca sobreviver na cidade de Varsóvia, dominada por nazistas.

Fahrenheit 11 de setembro (2004)

Um documentário ganhou o prêmio principal de Cannes em 2004. Isso porque a história contada é sobre um dos ataques terroristas que marcou a história mundial. “Fahrenheit 11 de setembro” é dirigido por Michael Moore, que busca uma resposta do porquê os EUA se tornaram alvo de um atentado terrorista.

Segredos e mentiras (1996)

Poderia ser apenas mais um drama familiar do cinema, porém, “Segredos e mentiras” traz uma delicadeza e leveza no tema que é um diferencial. O filme conta a história de uma mulher negra que descobre que a mãe biológica é branca. A partir daí vemos o desenrolar da relação entre mãe e filha.

Pulp fiction (1994)

Aquele clássico cult que amamos também fez sucesso no festival. O filme de Quentin Tarantino conquistou o júri de Cannes e a história que se mostrou atemporal, faz sucesso entre diferentes gerações. O longa conta como diferentes tipos de criminosos tem suas histórias enlaçadas. Além disso, muitas cenas marcaram o cinema mundial.

Deixe uma resposta