‘Thor: Amor e Trovão’ pode introduzir a primeira heroína trans da Marvel

'Thor: Amor e Trovão' pode introduzir a primeira heroína trans da Marvel

O quarto filme do deus asgardiano ‘Thor: Amor e Trovão’ trará diversidade e representatividade, já que o longa pode trazer a primeira heroína trans. Desejo esse tanto do diretor da Marvel Studios, Kevin Feige, e do diretor do filme, Taika Waititi.

O portal especializado We Got This Covered divulgou que o primeiro projeto do novo longa do MCU (sigla em inglês para Universo Cinematográfico da Marvel) incluía a contratação de uma atriz transgênero para interpretar Sera, uma heroína mulher trans dos quadrinhos da Marvel.

O martelo de Thor será assumido por Jane Foster, interpretada pela atriz Natalie Portman, adaptando o arco dos quadrinhos A Poderosa Thor, escrito por Jason Aaron. E a Valquíria, interpretada por Tessa Thompson, irá procurar uma rainha para governar a Nova Asgard junto dela.

A heroína trans em ‘Thor: Amor e Trovão’

Porém, Sera é uma personagem completamente nova nos filmes. Ela era membro dos Ancorites, um grupo de anjos sem asas e do sexo masculino, mas se identificava como mulher.

Os Ancorites viviam encarcerados em um templo no mundo de Heven, uma espécie de paraíso, até que Angela, uma das irmãs de Thor, a resgatou e elas se apaixonaram.

Fontes do site disseram que o andamento do projeto poderia evoluir sem Sera no enredo, ou que ela fosse retida para outro filme. Mas que, por outro lado, ela foi definitivamente incluída no início do desenvolvimento do filme, o que aumenta as chances dela realmente estar na produção.

O elenco da longa metragem dos Studios Marvel conta com a volta dos atores Chris Hemsworth, Tessa Thompson, Natalie Portman e Kat Dennings.

‘Thor: Amor e Trovão’ terá as filmagens iniciadas em agosto de 2020, na austrália, e tem data prevista para chegar aos cinemas no dia cinco de novembro de 2021.

Quer saber dez filmes e séries que chegaram na Netflix em outubro? Veja aqui.

Deixe uma resposta